• sermidiacomunicacao

Navalshore 2022: CSB Engenharia apresenta soluções em digitalização

Participação na maior feira e conferência da indústria marítima da América do Sul agrega novas parcerias e experiências navais à CSB Engenharia.


Dentre 100 empresas de 7 países, a CSB Engenharia também se destacou como expositora na 16ª edição da Navalshore 2022, entre os dias 16 e 18 de agosto, no Rio de Janeiro. Segundo o diretor da CSB Engenharia, Silvio Braz, participar deste evento líder em construção naval, plataformas e manutenção da América Latina, é uma oportunidade ímpar de apresentar detalhadamente suas expertises, corpo técnico e equipamentos de última geração. “Já realizamos a digitalização de embarcações para clientes de diversos países e segmentos, como navios petroleiros, cargueiros e graneleiros. Com a nossa participação nesta edição, avançamos na parceria com empresas brasileiras que possuem vasta experiência na indústria marítima”, disse.


A presença da CSB na Navalshore também objetiva inovar e agregar conhecimento e tecnologia para os projetos da área naval. Afinal, este evento é a principal plataforma de negócio para encontrar inovações e conectar-se à comunidade marítima da América do Sul. É o encontro da indústria naval que reúne armadores, estaleiros, fabricantes e fornecedores, nacionais e internacionais em um só lugar.


Recentemente a CSB realizou o trabalho de escaneamento para um cliente indiano com o navio atracado no Porto de Santos (SP). “Estivemos a bordo do navio petroleiro para a captura da realidade, através da tecnologia Laser Scanning 3D”, lembra. De acordo com o engenheiro, foram realizadas digitalizações dos tanques de lastro, linhas de tubulação de óleo e gás, além de válvulas, salas de armazenamento e demais dispositivos no local. “O fornecimento da nuvem de pontos em alta qualidade foi enviado para o cliente na Índia e, com isso, ele pode avançar com seus projetos, mesmo com o navio ainda cruzando o Oceano Atlântico, rumo à Turquia onde, posteriormente, seriam aplicados os respectivos projetos”, relata.


108 visualizações0 comentário